Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O açúcar é um dos engodos modernos, uma daquelas substâncias que o homem descobriu, cujo prazer mortífero pode ser comprovado. Uma daquelas coisas que não constavam da lista do homem que saia para caçar para sobreviver. O açúcar percorre o corpo, devastando-o, corroendo os dentes, deixando despojos do seu prazer na silhueta. Percorre também o rasto de todos os que aproveitam dele de outro modo. Da riqueza que alguns embolsam. «Não tive a culpa de ser assim guloso, não me ensinaram nada de relevante sobre o açúcar, deram-me doces...» - pensou.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.