Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Tenho chagado a cabeça aos meus amigos descrições sumárias de tudo o que tenho lido sobre a serra da Estrela (também me interessam as serras do Açôr e do Lousa, mas já lá havemos de ir ter).

Com o tempo que por lá está não me apetece para lá ir... mas também não se vai para a Serra de qualquer maneira.

Alguns dos locais convém ir através de empresas que fazem os percursos, e nos servem umas iguarias locais.

Mas para além da beleza esmagadora dos rochas e da sua história, que começo a conhecer de antemão, a enquadrar, tentando mapear todos os sítios que merecerão uma visita no futuro.

Para além disso, nas montanhas nascem os rios que alimentam a vida. Literalmente. E muitas vezes para se ter o gosto de tomar banho em águas límpidas (e geladas, normalmente...) tem que se ir mais perto da nascente.

Sol e Água. Duas matérias absolutamente indispensáveis. Já disse aqui que acho mais razoável, amar esses elementos como Divinos. Atribuir-lhe essa qualidade é apenas uma evidência simples. Elementar. 


Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.