Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


"Uma equipa de astrónomos liderada pelo português David Sobral anunciou esta quarta-feira a descoberta da galáxia mais brilhante alguma vez encontrada no início do universo e foi batizada com o nome do craque português: CR7.
A galáxia CR7 - remonta aos tempos em que o Universo tinha 800 milhões de anos - encontra-se numa zona chamada Cosmos e é três vezes mais brilhante que uma outra galáxia dos primeiros tempos do Universo, a Himiko à qual pertencia o recorde de luminosidade. A CR7 é milhões de vezes mais brilhante que o sol.
Em declarações ao DN, David Sobral explicou o nome CR7: "É uma abreviatura de Cosmos e a área onde foi descoberta - Redshift 7, no entanto, foi claramente inspirada no brilhantismo do craque português."

O facto de baptizarem a galáxia deste modo não atrairá a tribo do futebol para as emoções da astronomia. Torna a galáxia mais popular entre quem não liga às verdadeiras galáxias e estrelas. A galáxia fica assim com um nome fácil de identificar e de lembrar. Pode até servir do bom argumento da auto estima nacional. A galáxia mais antiga e brilhante... das primeiras galáxias.... a mania das viagens dos Portugueses, desta feita ao fundo dos tempos.

 
A galáxia já não existirá com aquela configuração... uma vez que aquela luz demorou mesmo muito tempo a chegar cá. O jogador entra-nos pela casa todos os dias, se necessário for. A galáxia estará muito longe na compreensão e no estudo que justificará. E há tantas galáxias, desde as astronómicas, até às futebolísticas, passando por todas as outras galáxias em que toda a gente vive.
 
CR7 é literalmente de outra Galáxia - Sapo Desporto

Autoria e outros dados (tags, etc)