Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Compareceram todos. Abancaram por aí. E por aqui estão, no sossego da noite, tão sossegada quanto ela, agora que o vento e a chuva pararam.

E nem tudo tem que fazer sentido. A partir de certa altura somos também as nossas memórias. Cruzamos o tempo despreocupadamente, sem fazer caso da chuva, não em busca de algo, mas apenas para o aproveitar de algum modo que faça sentido. 

A sintonizar o lado obscuro com uma lanterna led, ignorando os avisos do sentido prático.

Autoria e outros dados (tags, etc)