Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Government Bureau, George Tooker, 1956

Está tudo inventado. Ainda me lembro de ir a repartições com estes postigos. Tive que ir procurar a palavra portuguesa. A mim lembra-me, uma repartição militar, em Coimbra, ou até o meu local de trabalho ter destes vidros.

Hoje, estamos todos habituados a não dar com esta separação. Com esta opacidade. Continua lá, no entanto, sem postigo. Permanece nesta relação do cidadão com as repartições governamentais toda a opacidade.

Ninguém lê todos os códigos e regulamentos, a não ser quem os faz e quem os corrige. Ou melómanos. Não sabemos nada do que se passa nos corredores, na mesma. Eu, estando atrás daqueles postigos, posso confirmar tudo isso. Não posso ir além disso. Toda a opacidade permanecerá sempre para os eventuais. Apenas os que todos os dias se debruçam sobre isso, podem almejar perceber tal opacidade. Percebendo-a, sou parte dela. Passo a ser eu próprio, opaco? 


Autoria e outros dados (tags, etc)