Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Andas aí pelo éter, como gosto de chamar a essa intangível realidade. Devia acreditar que há uma terra da Internet, mas  para isso tinha que ser uma personagem do Sam Sheppard. E não estou para isso.

Isso é seguro, vejo-te que andas por aí. Só não descobri ainda, nem nenhum caminho marítimo para algum site marado, nem sei se os astrolábios que os Chineses me venderam valem alguma coisa nesta navegação.

Por vezes, pensando nisto e naquilo, esbarro em objectos, porque nessa altura não deve limites para o vislumbre que tive. Por vezes é algo simples como achar um carregador de qualquer coisa (o da apafusadora demorou aí um mês ou dois...teria aparecido mais cedo se fosse necessário...).

Até me apetecia de chamar aos visitantes meus velhos, como forma de ilustrar uma convivência antiga, mas isso são apenas já os dedos a pensar por mim.



Autoria e outros dados (tags, etc)