Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Para quem acaba de descobrir como o homem descobriu a arte. Um filme de animação de cinco minutos. Para quem acaba de descobrir como Aleksa Gajic ilustra, desenho estático a desenho estático, até ser desenho animado, num funil apertado de tempo. Eu já suspeitava que se aproveita de todas as tragédias individuais. Das borboletas da infelicidade (lanças que não alcançam a presa). Reclamava por pão (um lombo de mamute). Tragédias do mais comum, do mais ordinário que continua a haver, em tragédia, em comédia, depende sempre do sentido do humor do resenhado.


Nem todos os afectados por esta tragédia se encarniçam a retratar o mamute, que está demasiado longe para lhe conseguir-mos acertar com a lança, a dar-lhes uma vida nova, a partir dos desenhos. Não haveria já paredes para pintar, em grutas. Não haveria homens para as pintar se as setas não começassem a atingir as presas. Permanece tudo, sobretudo as tragédias que podem dar lugar a artistas.

Os artistas sempre os vi genericamente como uns tesos. Se bem que nem todos os tesos dão em artistas. Fiquei muito surpreendido pela herança que Mário de Cesariny deixou a uma instituição. Um milhão de euros. É uma pipa de massa para um poeta. Resta apurar em que circunstâncias isso possa ter acontecido. 

Mudou a decoração, passamos de cavernas para casas, os ingredientes da tragédia vieram connosco. Os ingredientes somos nós, a luta pela sobrevivência. Já não saímos de lança na mão, saímos de pasta e gravata, tendo como objectivo as garantir pão para a boca.

Tornamos-nos muito mais ambiciosos. Para além do pão pretendemos caçar todos os animais, numa ambição desmedida. Conforme todos os artistas foram construindo belos artefactos, massificados. Não é só deitar o dente a um lombo de mamute que nos anima. São os dentes como troféus de caça, vaidade, ganância, exposição. Tínhamos mesmo que inventar a arte.  

 Como o Homem descobriu a arte - Bitaites

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Bitaites, sobre o qual pretendo desde o principio deste blogue escrever algo, atravessou-se hoje no meu caminho. Mas felizmente, sempre no bom sentido.
Da descoberta, da tentativa de melhorar.
O gajo, o Marco Santos, usa o Wordpress como plataforma do blogue. E a estética do Bitaites é simples, é fixe, tá bem organizada com etiquetas e vi logo ali que havia mais ferramentas disponíveis para poder trabalhar. Melhorar, enriquecer, torná-lo simples, atractivo.Uma coisa em branco ou cinzento, de cores suaves e arrumado, prático também para mim.
E apesar de apenas ter esboçados umas quantas pinceladas, consegui rapidamente personalizá-lo para algo de diferente e aperceber-me de algumas ferramenta extras e de algo mais que não consigo definir. Talvez know how. Isto não é uma critica para os da casa. Apenas que estarão num estádio de desenvolvimento inferior. É a ordem natural das coisas. 
E assim, digam também vocês algo.
É que a casa é muito grande e a visibilidade e a conexão com o mundo Google (com o Picasa e o inevitável Youtube, na partilha e na comunicação, não deixam de ser elementos que diria quase cruciais). Por um lado a estética melhorada, as ferramentas disponíveis para melhorar a qualidade daquilo que postamos. Por outro a visibilidade e a interconectividade dos anfitriões ...
Mas estas considerações são tecidas a quente. Portanto vale mais mostrar um pouco das minhas incertezas.

Queria igualmente através dum print Screen mostrar os resultados para "pancadariaoanoitecer", este blogue e "pancadariaaoentardecer", do Wordpress que criei e para o qual migrei o conteúdo todo deste. Os blogues tem um nome formal igual, apenas por uma desatenção minha são endereços diferentes. Isso impossibilita provar a minha teoria de que os resultados para a mesma chave seriam inevitavelmente diferenciados por um algoritmo da Google por forma a dar como primeiros resultados os do actual blogue. Mas isso não me espanta nada nem tenho nenhum reparo a fazer. É perfeitamente legítimo. Ainda assim vejam certa diferença:

pancadaria ao anoitecer - Google (o nome é fixe)

pancadaria ao entardecer da Wordpress (o nome é fixe)

Bom e para terminar, usa Ubuntu (temos que tentar seguir quem sabe da poda)



Autoria e outros dados (tags, etc)